Voltar

Tomilho: Tudo o que você precisa saber para inserir o tempero no seu dia a dia

Além do Sabor

26/09/2018

Sabemos que os temperos são grandes aliados na cozinha. Mesmo que, para algumas pessoas, pareçam complicados e, muitas vezes, até dispensáveis, eles são capazes de fazer uma enorme diferença no sabor. Temperos frescos e feitos em casa tem ainda mais a acrescentar.

O tempero, quando bem utilizado, tem a função de realçar características próprias dos alimentos, deixando-os ainda mais saborosos, sem roubar o gosto para si.

Hoje possuímos uma enorme variedade de temperos, facilmente encontrados, entre ervas como a salsa, o manjericão e o orégano, frutas como o limão e especiarias como o alho poró e a canela.

Nesse post vamos falar em especial de uma das ervas mais utilizadas em todo o mundo: o Tomilho. Venha saber mais sobre esse tempero tão especial.

O tomilho

Da espécie Thymus Vulgaris, o Tomilho pertence à família da hortelã e é um parente próximo do orégano. É cultivado no mundo inteiro e possui um sabor muito agradável e delicado com um aroma que se destaca dentre os outros. Utilizado na culinária desde a antiguidade, ele pode encontrado para uso culinário tanto em sua versão fresca quanto seca.

É encontrado em combinações conhecidas de ervas e temperos como as Ervas Finas, as Ervas de Provance e o Bouquet Garni.

A versão fresca é bem mais saborosa, mas deve ser mantida na geladeira e consumida em no máximo 2 semanas. Já a seca, ou em pó, tem a validade de até 6 meses se mantida em local fresco e escuro.

Em geral, as duas versões do tomilho podem ser utilizadas em qualquer receita, lembrando que ao usar o seco, é necessária uma menor quantidade do tempero. Uma colher de sopa da erva fresca equivale a uma de chá da seca.

A maneira mais fácil de fazer esta erva comum uma parte de sua vida diária é ter algum tomilho seco na cozinha em todos os momentos para que você possa adicioná-lo às suas refeições de forma rápida e fácil.

Como utilizar o Tomilho na culinária

O Tomilho pode ser utilizado para temperar quase todo o tipo de alimentos: carnes, frutos do mar, embutidos, feijão, sopas, saladas e legumes. Também pode ser utilizado em patês e como aromatizante em vinagres e queijos.

Seu sabor levemente apimentado fica particularmente saboroso em pratos que são cozidos lentamente como o feijão, as carnes em geral, especialmente a de porco, e em molhos de tomate. Mas deve ser usado com muito cuidado em alimentos que possuem um sabor suave como peixes, aves e legumes, para que seu gosto não fique muito acentuado, principalmente se utilizado fresco.

Como os talos do Tomilho são duros, caso a receita peça o uso da erva diretamente no prato, o ideal é que sejam utilizadas apenas suas folhas. Elas devem ser separadas do talo tirando-as na direção contrária à do seu crescimento.

Benefícios para a saúde

Além de saboroso, o Tomilho é ainda muito benéfico para a saúde e possui dezenas de propriedades interessantes. Confira algumas delas:

- É um antibacteriano natural

- Auxilia no tratamento de infecções

- É rico em flavonoides, manganês e a Vitamina K que possuem ação antioxidante

- É rico em ferro e ajuda a prevenir a anemia

- Possui caroteno e Vitamina A que são essenciais para a saúde dos olhos

- Melhora o sistema respiratório sendo seu chá eficaz no tratamento asma, sinusite e bronquite. 

Cultivando em casa

A ideia de ter uma hortinha de temperos em casa (link biogreen) é sinônimo de praticidade de saúde. O Tomilho, além de trazer inúmeros benefícios para a saúde e ser muito saboroso, ainda é uma planta decorativa. Como é robusto, não exige muito em relação aos cuidados. Cresce bem em temperaturas entre 4°C e 28°C.

Precisa de boa luminosidade, devendo receber sol direto por cerca de 5 horas por dia. Deve receber rega frequente e ser o solo sempre úmido. Perene, pode ser cultivado por anos.

Receitas

Confira agora duas receitas onde o tomilho dá um toque todo especial.

 

Tomate cereja confit

Ingredientes:

Tomatinhos cereja (30 unidades)

3 dentes de alho espremidos 

Sal a gosto

Pimenta do reino preta moída a gosto

Açúcar a gosto

4 ramos de tomilho fresco

Azeite a gosto

 

Modo de preparo:

Com uma faquinha de legumes retirar a parte de baixo dos tomates (o "olho" do tomate).

Coloque-os em um recipiente e tempere com sal, pimenta do reino, açúcar, os ramos de tomilho e azeite.

Em um tabuleiro, ajeite os tomates com todos os temperos e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus. Quando a pele dos tomates começarem a rachar retire-os do forno.

Com o auxílio de uma luva retire a pele dos tomates cuidadosamente.

Coloque em um recipiente de vidro, acrescente o alho e cubra com azeite. 

 

Esses tomatinhos podem ser utilizados em canapés, rechear pãezinhos, acompanhar um pedaço de queijo entre outras coisas.

 

Manteiga de tomilho

Ingredientes:

100 gramas de manteiga sem sal em temperatura ambiente

6 ramos de tomilho fresco debulhado e picado

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta do reino moída a gosto

Suco de 1/2 limão

 

Modo de preparo:

Em uma tigela, misture a manteiga com o tomilho, tempere com sal, pimenta do reino e o suco de limão.

Coloque essa pasta em um pedaço de papel filme e enrole formando um cilindro.

Guarde no freezer ou geladeira. Na hora de usar corte uma fatia e coloque o restante de volta no freezer ou geladeira.

 

Essa manteiga pode ser usada para saltear legumes, selar um filé de peixe, de carne, finalizar um risoto entre outras coisas. 

Recentes