Voltar

Milho: Conheça mais sobre o alimento mais famoso das festas juninas

Além do Sabor

11/06/2019

Um dos cereais mais consumidos desde o surgimento da agricultura, o milho é considerado um dos alimentos mais nutritivos que existem. Seu nome em indígena significa o “sustento da vida”.

Mesmo famoso por todos os meses do ano, é em junho e julho que o milho ganha seu lugar de destaque na gastronomia como estrela principal e vários pratos de festas juninas. Muito versátil, ele funciona muito bem tanto em receitas doces quanto salgadas. Além do milho verde, existe ainda sua versão seca que dá origem a diferentes tipos de farinha e, claro, a musa do cinema, a pipoca.

Rico em fibras e vitaminas, o milho possui ainda quase todos os aminoácidos existentes, e tem em sua composição antioxidantes carotenoides, que proporcionam sua cor amarela e múltiplos benéficos para a saúde dos olhos.

Conheça mais sobre a versatilidade e os benefícios que o milho por trazer para a mesa e também para a saúde. Continue conosco.

O milho no mundo

O Brasil tem como uma das suas características mais fortes a grande mistura de diferentes povos na sua origem e também dos imigrantes de diversas nacionalidades que vieram tentar a vida por aqui. E em um raro caso, o milho não perdeu seu lugar mesmo com a quantidade de alimentos diferentes trazidos pelos Europeus. Portugueses, espanhóis, alemães e italianos foram de grande ajuda para o crescimento e a aceitação do grão na culinária nacional.

De origem atribuída ao México, o milho foi a base do sustento das civilizações inca e maia. Pesquisa indicam que ele apareceu pelo novo México na mesma época que a cerâmica. No Brasil, ele já era consumido pelos índios guaranis com o nome de zea mays e consumidos principalmente assados ou em formato de bebida, o abatti. O milho acompanhou o povo tupi-guarani por todo o nosso território, levando o a ser conhecido por todo o país.

O maior estado produtor de milho no Brasil é o Paraná, seguido por Minas Gerais, onde ele está presente em quase todas as mesas.

A versatilidade

O Milho pode se encaixar em mais de uma categoria de alimentos, dependendo do momento em que ele é colhido. Quando está no formato de grão seco, ele é considerado um cereal, já o milho verde fresco, é reconhecido como um legume.

Hoje no Brasil são encontradas 28 variedades de milhos diferentes, que se encaixam em 6 tipos: pipoca, dentado, doce, mole, branco e duro. Apesar do amarelo ser o mais conhecido e consumido existem ainda espécies de diferentes cores como o azul e o roxo.

Por conta de toda essa variedade, o milho é a matéria-prima principal de vários pratos da culinária típica brasileira, como a canjica, o cuscuz, a polenta, o angu, mingaus, pamonhas, cremes, bolos, pipoca ou simplesmente milho cozido.

Além da gastronomia, os subprodutos do milho também são utilizados para a produção de combustível, o etanol, em complexos vitamínicos, cosméticos, adesivos, alimentação para animais, entre muitas outras coisas.

Como comprar

O milho pode ser encontrado em conserva, em latas, ou fresco, na espiga, com ou sem palha. Para comprar a espiga, observe se os grãos estão grandes e macios. A palha deve ter uma aparecia fresca e a cor verde vivo.

Caso for usa-los em saladas ou cozido, procure pelas espigas mais novas, observando o “cabelo” do milho. Caso ele esteja bem preso na ponta da espiga e com uma cor brilhante e transparente. O milho mais desenvolvido, com o “cabelo” amarronzado e mais seco, é ideal pata o preparo de curau, mingau e pamonha.

Caso o milho esteja em bandejas sem a palha, embalado em filme plástico, observe sempre a cor dos grãos, que devem ser de um amarelo-claro brilhante, ou se mais desenvolvido, amarelo fosco.

O milho comercializado sem a palha deve estar sempre em setores refrigerados para evitar que estraguem rapidamente.

Bom para a saúde

Entre os muitos benefícios que o milho pode trazer estão:

- Retarda o envelhecimento

O milho contém grandes quantidades de vitamina C, que preservam e retardam o envelhecimento dos órgãos, da pele e dos dentes. A vitamina A, também presente no alimento, é essencial para a saúde da pele.

- Auxilia no emagrecimento

O milho é rico em fibras, que garantem saciedade para o organismo, e ajuda a evitar a vontade de beliscar o tempo todo. Mas é importante lembrar que ele também possui gorduras, e por isso deve ser consumido com moderação.

- Beneficia o sistema imunológico

Os carotenoides, que conferem a cor amarelada do milho, ajudam no fortalecimento do sistema imunológico, fortalecendo o corpo e prevenindo doenças.

- Reduz o colesterol e controla a hipertensão

Como um alimento rico em fibras e sem glúten, o milho também auxilia na redução dos níveis de colesterol e hipertensão.

- Protege contra Alzheimer, câncer e doenças cardiovasculares e diabetes tipo II

Os fitonutrientes, os fitoquímicos e a tiamina presentes no milho ajudam a prevenir e controlar vários tipos de doenças.